terça-feira, 7 de junho de 2011

E-ventre 2011 - Olhar dos bastidores

Neste domingo aconteceu o E-ventre – evento do qual já participo há 3 anos. Assim como no ano passado, eu trabalhei na mesa de notas dos concursos, e é bem punk, porque é bastante responsabilidade tomar conta dos resultados (haja matemática!!). Mas, o lado é bom é que tenho contato direto com os jurados, e neste ano a banca de jurados estava muito forte: Adriana Belefusco, Esmeralda, Hadara Nur, Amara Saadeh, Tahya Brasileye, Fátima Braga e Lulu Sabongi. Não foram todas em todas as categorias, houve trocas durante o evento para não ficar cansativo para elas, mas qualquer uma dessas composições da banca estavam fantásticas. Embora tudo tenha sido muito rápido, e óbvio que não é o local para tietar, afinal eu estava trabalhando, claro que foi uma honra estar tão perto de profissionais tão renomadas. E eu tive que falar individualmente com cada uma para pegar um resumo do currículo para que fossem anunciados no momento do concurso. O que achei mais divertido foi que todas perguntavam pra mim “O que eu falo?”, “O que você acha que eu devo colocar?”, “Nossa, não sei o que falar...”, e como eu já as conhecia, ficava sugerindo “Fala onde você já dançou, quanto tempo de experiência você tem...”, rsrs, foi muito divertido. Não houve nenhum tipo de estrelismo, de nenhuma delas. Minhas impressões pessoais sobre cada uma foram muito positivas, e inclusive fui obrigada a mudar minha opinião sobre a Hadara Nur. Sinceramente falando, eu não ia muito com a cara dela, achava ela um pouco esnobe, e estava até meio apreensiva de chegar até ela para pedir seu currículo. Mas o que vi foi uma pessoa bacana, sorridente, e uma menina brincalhona, e um detalhe que até me emocionou: ela estava roendo as unhas antes do resultado, porque uma de suas pupilas competiu na categoria profissional (e levou o troféu, diga-se de passagem). Agora enxergo a Hadara com outros olhos...

A organização do evento sempre foi e continua impecável – as meninas ralam muito no evento pra que nada saia errado nem fora do horário. Aliás, esse é um dos pontos mais fortes do E-ventre: pontualidade! Eu só acho que esse ano os grupos em geral estavam um pouco despreocupados com os horários – tinha grupo que não estava pronto faltando 2 apresentações!!! E toca ficar a equipe de apoio correndo atrás dos componentes pelo lugar (por favor, né?!).

Também encontrei por lá as queridas Verinha, Natália, Zahira Nader, da blogosfera. Muito fofas como sempre!! Meninas, adorei encontrá-las novamente! Aliás, a Zahira competiu na categoria profissional e dançou Enta Omri. Eu chorei... Ela tá dançando muito, e imagina você dançar a música das músicas para a mestra das mestras Lulu Sabongi... parabéns Zahira, você está evoluindo a olhos vistos. E também chorei com a apresentação final da Lulu Sabongi – fiquei pensando em todas as mulheres que já aprenderam e ainda aprendem com ela, e no E-ventre pude vê-la no papel de mãe também – ela levou a pequena Eva junto. A pequenina quando a viu dançando no palco, saiu correndo para tentar subir; o Michael (o pai dela) correu para segurá-la, e ela caiu no choro porque queria ir com a mãe (que linda!). A Lulu viu isso do palco e expressou dó de mãe, mas continuou a flutuar como bailarina. Sempre que eu a vejo dançar penso em todos os papéis dessa mulher, e em como toda sua vida está presente no momento de suas apresentações. O olhar da Lulu transparece tudo que ela é, e por isso sua dança é muito verdadeira. Lulu é absoluta!

Ah, e eu não trabalhei apenas não, também dancei na mostra! Dancei com o grupo do Shangrila da Rhazi e da Tahya. Um grupo enooorme, tivemos que nos dividir em duas partes – um grupo dançou no palco e outro no chão, em frente – e foi muito bom. Esse grupo tem uma energia bem boa, e algumas meninas nunca tinham dançado em evento antes. Mandaram muuuuito bem, a Rhazi e a Tahya nos deram bastante força e encorajamento, e nos divertimos a valer! Ainda vamos nos apresentar em outros eventos, mas o primeiro é sempre especial! Adorei! (depois eu coloco uma fotinho, estou aguardando a autorização de todas as meninas do grupo)

Foi um domingo cansativo, corrido e ótimo! Um evento impecável, sem dúvida nenhuma. Parabéns a todas, mas principalmente à Débora e à Rhazi, profissionalíssimas!

Ainda vou escrever mais porque tem muita coisa pra falar em um só post.

4 comentários:

Zahira disse...

Caramba, agora fui eu quem ficou emocionada. Obrigada viu? E não tenho esse olhar sobre mim, pq vendo meu vídeo vi os pontos que a Lulu pediu para arrumar e concordei com td: ela é a mestra das mestras!!

Pensei q vc ia dançar... senti falta disso.

Mas... o evento estava ótimo, foi bem emocionante mesmo e a Lulu tb me fez chorar! Essa mulher está cada vez melhor, arrasando em tds os palcos que passa.

A vibração estava 10 e... tb concordo sobre a Hadara... já tive essa impressão dela, mas ela é super sussa como pessoa =).

bjocas!
se cuida

Deborah Macedo disse...

Na boa, o trabalho de vcs é imprescindível! Obrigada pela força, mais uma vez!! Nota mil!!!
bjokas da Deby

Naznin disse...

Oi Zá,

eu dancei no grupo. Coloquei a fotinho. Mas eu estou sempre dançando por aí, rsrs, não se preocupe.

E não precisa agradecer, eu é que agradeço pelo momento de sua dança! E a Lulu, ô mulher viu? Sempre que a vejo dançar tem novidade!!! E sempre coisas boas. Ela deve estudar muuuuuito. Exemplo pra todas, sem dúvida.

bjão

Naznin disse...

Oi Dé,

sempre que precisar, pode chamar!! A-do-ro trabalhar no E-ventre!!

bjão